Pesquisar no Blog

segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

2022: RITUAIS E SIMPATIAS PARA COMEÇAR O ANO



A espiritualista Kélida Marques mostra como começar o ano com novas vibrações 

 

O ano de 2022 será considerado o ano da renovação, tudo aquilo que está no lugar, será mexido e nada ficará parado. As pessoas se sentirão mais próximas e mais verdadeiras, os sentimentos serão mais expostos, sempre teremos a apresentação da dualidade em todos os momentos, cada fase mostrará os dois lados da moeda e isso tende a deixar as pessoas mais cuidadosas ao agir e falar. O espelho será um excelente símbolo, para que as pessoas se vejam e se reconectem com elas mesmas, como os orixás gêmeos que ao olhar um para o outro se veem.

Teremos o ano do recomeço, de novos ciclos, transições e melhorias! O diálogo vai prevalecer, as pessoas vão aprender a se adaptar às novas condições e o negacionismo perderá o protagonismo. Para quem gosta de cores na virada do ano, abuse delas, afinal, um ano de Ibeji precisa ser divertido e multifacetado!

O próximo ano será ágil e vibrante, também estarão favorecidos o diálogo, a conexão entre as pessoas e o encontro de semelhantes, trazendo um forte sentimento de (re)integração. O momento para redefinir padrões e filosofia.

Para aproveitar toda essa energia do ano, faça esses rituais para ajudar você em diversas áreas em sua vida.


Banhos para amor:

Banho para ser mais atraente:

Esse primeiro é um ótimo banho para atrair a atenção de homens ou mulheres no geral

Itens necessários:

- 7 gotas de essência de lavanda

1 colher de sopa de açúcar

7 pétalas de rosa vermelha

1L de água filtrada em temperatura de fervura

Modo de fazer: Coloque a água para ferver. Quando estiver fervendo, ponha as pétalas e o açúcar e mexa bem. Depois, coloque as gostas de lavanda e deixe esfriar. Agora, tome seu banho cotidiano e nisso, derrame a água preparada dos ombros para baixo e pense que muitos homens estão a desejando!

Banho para atrair um homem ou mulher específico:

Este segundo banho é feito para que você atraia aquela pessoa que já está de olho a algum tempo e deseja finalmente tê-la!

Itens necessários:

1L de água

3 gotas de seu perfume preferido

1 colher de mel

 

Modo de fazer:

Espere a primeira lua cheia do mês. Quando estiver na noite certa, ferva a água e coloque as 3 gotas do seu perfume, o mel e misture. Quando esfriar, tome seu banho cotidiano e derrame suavemente dos ombros para baixo repetindo o seguinte mantra até que todo o líquido acabe: “Lua, que o odor desse banho para atrair homens desperte o desejo e olhares do meu par.”

 

Banho para se sentir mais atraente para si mesma (o)

Esse último banho é para que você mesma (o) se sinta mais atraente e  podedora (o).

Itens necessários:

7 cravos da índia

7 pétalas de rosa vermelha

2L de água

Modo de preparo:

Ferva a água, acrescente, então, os cravos e as pétalas. Quando esfriar, tome seu banho cotidiano e derrame a mistura da cintura para baixo, dando atenção para as genitais.

 


Para vencer processos judiciais em 2022

Simpatia para vencer o processo judicial:

A seguir, você será instruído a realizar uma simpatia para solucionar aquele caso que está na  justiça há tempos ou que, provavelmente, levará anos para ser concluído.

Para realizar a simpatia você precisa de um único item material: uma vela de coloração vermelha.

O restante dos pré requisitos para obter sucesso na simpatia são: fé, convicção que dará certo e pontualidade em realizar a simpatia por completo. Pois, diferentemente das outras simpatias, esta precisa de uma certa regularidade de dias e horários para fazer.

Neste momento, pegue a Bíblia -Salmo 118- (pode ser o livro físico ou o trecho necessário retirado da Internet) e o tenha em mãos durante a simpatia.

Agora, acenda a vela vermelha.

Recite com todo seu coração o Salmo 118 e o ofereça ao anjo Haaiah (responsável por ajudá-lo a ganhar ou realizar processos e julgamentos favoráveis à sua causa)

Peça ao anjo Haaiah que te ajude a agilizar e vencer o processo judicial com toda fé que existe em seu Ser.

Repita a leitura do Salmo durante a queima da vela.

Você deve realizar o processo durante sete dias seguidos, orando uma vez ao dia, preferivelmente no mesmo horário todos os dias.

Caso você precise que o processo judicial seja resolvido imediatamente, faça a simpatia em um só dia, rezando o Salmo 118 por sete vezes, e de hora em hora de preferência dia 01/01.

 


Rituais e simpatias para amor

Simpatia com Mel

Caso você saiba que vai topar com a pessoa desejada de manhã ou de tarde, faça o seguinte: misture 1 colher de mel, 1 colher de sal e 2 gotas de essência de baunilha em um pequeno pote.

Molhe o dedo na mistura e espalhe nos dois pulsos, sem excesso, para que não se suje. Deixe secar naturalmente e saia de casa. Quando der, passe perto dele (a) sem dizer nada. Você o verá ficar caidinho por você!

 

Simpatia com banana

Nessa aqui, você irá pegar uma banana bem amarela, mas sem ser tão madura, porque ela representa o amor de vocês.

Com algum objeto fino, uma agulha por exemplo, escreva o nome do seu crush ao longo da fruta, pensando que logo estará com ele na sua cama.

Guarde a fruta na geladeira e no fim do dia, coma ela antes de dormir. Quando acordar, seu dia será uma ótima surpresa.

 

Simpatia com perfume

Para essa simpatia, você usará seus perfumes prediletos. Borrife 2 vezes seu preferido em um papel e tente, da forma que for, dar esse papel ao seu amor ou quem você pretende. Qualquer justificativa é válida, apenas entregue-o. No próximo dia, você já notará as mudanças.

Simpatias e rituais para fazer na virada do ano e atrair sorte

 


MAGIA PARA ATRAIR PROSPERIDADE

Para atrair mais prosperidade para seu lar, faça uma defumação da casa com incenso de benjoim ou saúva branca. Ela deve ser realizada a partir da porta principal e ir até os fundos da residência.

Faça de preferência no dia 31/12

 


MAGIA PARA TER PROTEÇÃO

Esta magia é uma dica de bruxa para você atrair proteção, prosperidade e saúde para sua casa. Lembre-se, você não deve jogar fora as cascas de cebola, pois com ela mandará embora a boa sorte. Guarde-as e deixe-as secar. Depois, queime estas cascas dentro da casa acrescentando canela, o que potencializará a queima que traz a proteção.

Você pode fazer sempre no dia 01/01

 

MAGIA PARA ATRAIR FORÇA E ENERGIA

Se você quer atrair força e energia coloque em uma panela canela, hortelã e suco de laranja. Você pode acrescentar gengibre, se assim desejar. Aqueça a poção, sem deixar ferver, e adoce. Depois beba e se mantenha receptivo para toda energia que irá chegar, sirva em sua ceia de réveillon com uma bebida revigorante. Pode servir quente ou gelada.

 


MAGIA PARA ATRAIR SORTE PARA A FAMÍLIA

Mantenha um chumaço de algodão dentro de um pote de açúcar. Coloque no dia 01/01 e deixe durante todo ano.

 

 

Cigana Kélida - Detentora de um dos principais canais do YouTube sobre Espiritualidade com mais de 830 mil inscritos e mais de 60 milhões de views em seus vídeos, Kélida que também é psicanalista, hipnóloga e terapeuta holística reikiana  realiza atendimentos online, promove rituais de cura, benzimentos e vigília, de maneira constante e gratuita. Faz previsões, rituais, responde perguntas através do baralho cigano e fala com propriedade sobre conexões entre almas, cartas psicografadas, numerologia e terapias alternativas. Com toda essa bagagem espiritual (bruxa naturalista na linhagem de São Cipriano por tradição familiar) e profissional (formada em psicologia), a mística espiritualista atua unindo corpo, mente e espírito sempre com um pouco de magia. www.ciganakelida.com

 

Saiba as diferenças entre o Natal no Brasil e na França

Entre pratos típicos e tradições, Benjamin descreve como são as comemorações natalinas nestes países

 

O Natal é uma época única! De tradição milenar, essa celebração tem suas peculiaridades em cada cultura, e todos os países têm suas diferenças, seja nos pratos típicos, seja nos presentes, na decoração ou no horário de festejar. 

O francês Benjamin Cano, que mora no Rio de Janeiro há 12 anos, destaca as diferenças entre as tradições natalinas no Brasil e na França. Ele ressalta alguns dos pratos servidos na ceia de Natal na França que não são comuns no Brasil. 

“O menu tradicional na França geralmente apresenta alguns pratos como o “foie gras”, que é basicamente o fígado de ganso ou pato. Esse prato se come de entrada e é acompanhado de vinho branco. Além disso, também compõem a mesa dos franceses o “chapon com castanha”, e como sobremesa, o "buche de natal”, conta ele. 

Benjamin explica também que na França, além do dia principal, é como uma prévia da data. 

“Os franceses geralmente fazem o réveillon de Natal, ou seja, um jantar no dia 24, e a refeição mais importante no dia 25. Na data mesmo, a ceia é composta de grandes mesas grandes com toda a família reunida”, esclarece. 

No Brasil é comum que o momento da ceia natalina seja na virada entre os dias 24 e 25, e na data aconteça a troca e abertura dos presentes. Benjamin Cano conta que na França, essa tradição dos presentes é a mesma, “os franceses abrem os brindes de Natal no dia 25”, finaliza.


Novo filme da Netflix, ‘Hypnotic’, exagera ao mostrar técnicas impossíveis de hipnose, afirma especialista

Crédito: Divulgação Netflix
Francesco Pellegata, master trainer em hipnoterapia e PNL revela os mitos e as verdades por trás do longa

 

O filme “Hypnotic” estreou recentemente na Netflix e tem levantado muitas dúvidas nas redes sociais sobre a hipnoterapia. Na trama, Jenn Tompson (Kate Siegel) procura um médico especializado na técnica para superar um trauma. O único problema é que o Dr. Collin Meade (Jason O'Mara) passa a controlar a mente da jovem e a obriga a fazer coisas contra a sua vontade. Para esclarecer várias questões sobre o tema, o Master Trainer de Hipnoterapia e Neuro-Linguística (PNL), o psicólogo Francesco Pellegata, lista os principais mitos e verdade que estão no filme. 


 

Controle mental


Durante o longa a personagem de Kate Siegel passa a ter suas ações controladas pelo misterioso Dr. Collin. A moça não consegue se lembrar das coisas que fez e passa a ter alucinações com uma simples sugestão do médico. 

 

Francesco explica que o processo hipnótico mostrado no filme foi bem exagerado e que esse suposto controle da mente é algo que não se aplica na vida real: “Só é possível convencer uma pessoa a fazer algo que ela realmente queira fazer”.


 

Sugestão pós hipnótica?


É comum assistirmos em obras de ficção e em vídeos sobre hipnose, os especialistas usando algumas palavras ou toques no corpo que colocam as pessoas em um estado de quase transe. 

 

Mas como é esperado, em Hypnotic, tudo é bem exagerado. “Não funciona exatamente como no filme. É uma tipologia de sugestão usada para ter resultados fora do transe hipnótico, para mudanças de hábitos ou para questões emocionais. Com certeza não funcionam para controlar a mente de ninguém”, ressalta o master trainer em PNL.


 

Dupla Personalidade 


Um outro elemento que gera muitos comentários para quem vê o filme é a criação de duplas personalidades. No decorrer da obra é mencionado o projeto MK-ULTRA, que realmente existiu, mas a hipnose não pode criar múltiplas personalidades em alguém. 

 

O Master Trainer de Hipnoterapia revela que o projeto mencionado era uma iniciativa da CIA para usar a hipnose nos espiões americanos, mas para isso também usavam combinações perigosas como o uso de LSD, choques elétricos, além do uso de substâncias como o LSD. 


 

Uso de luzes intermitentes


Em uma sessão de hipnoterapia o mais importante é a voz. Outros elementos e truques podem facilitar o processo, mas Francesco alerta que em muitos casos esses elementos podem dificultar uma conexão maior:  

 

“Músicas e luzes são completamente desnecessárias e até podem atrapalhar o processo terapêutico”, conta.  


 

A Hipnoterapia pode causar transtornos psicológicos?


O principal ponto que o filme levanta é a importância de procurar um profissional sério e competente. A hipnoterapia lida diretamente com a mente humana, então para evitar algum problema é necessário encontrar um médico psiquiatra ou psicólogo realmente capacitado. 

 

Francesco conta que outros doutores também podem usar a hipnoterapia, mas um profissional que não é formado a nível acadêmico na psique humana pode sim criar mais problemas que ajudar: 

“Médicos de outras especializações podem usar a Hipnoterapia para aplicar anestesia e analgesia, para melhorar a saúde física de uma pessoa. Um dentista ou um fisioterapeuta podem usar a hipnose para controle da dor e para facilitar a recuperação física. Um nutricionista pode facilitar o processo de emagrecimento e de mudanças de hábitos. E qualquer pessoa pode aprender Hipnoterapia para melhorar as próprias performances na vida e na carreira”.

 

 

Francesco Pellegatta - um dos profissionais mais renomados em Programação Neuro-Linguística (PNL) e técnicas de estudo comportamental dos últimos anos. O italiano, formado em psicologia na Anthem University nos Estados Unidos, iniciou a carreira estudando moda em Milão, mas logo percebeu que o desenvolvimento humano era o que realmente chamava sua atenção. A Hipnose e a PNL foram fundamentais para ajudá-lo a superar um dos momentos mais difíceis da vida, quando seu pai foi diagnosticado com 4 tumores. Ao longo dos anos, filiou-se à American Psychological Association e fez cursos de formação em vários países, o que lhe conferiu certificações com os principais expoentes mundiais dessas metodologias. Também se tornou uma das 20 pessoas no mundo condecoradas como Master Trainer de Hipnoterapia pelo Conselho Americano de Hipnoterapia (ABH). E atualmente é a única pessoa a ser certificado como Master Trainer de PNL pela American Board of NLP (ABNLP) e pela a Association for Integrative Psychology (AIP) simultaneamente.

www.instagram.com/francesco_pellegatta

https://www.pnl.expert/pnl 


Há uma grande diferença entre buscar ser produtivo no trabalho sempre e sofrer de burnout

 

Divulgação / MF Press Global
É preciso entender a relação entre a alta produtividade e a predisposição ao transtorno psiquiátrico

 

A produtividade é uma das características mais requisitadas e valorizadas no mercado de trabalho. Todavia, quando insustentável, a busca por produtividade pode resultar em predisposição à condições psiquiátricas, como por exemplo, a síndrome de burnout. É preciso ressaltar a diferença entre ser produtivo e sofrer de burnout, tema que abordei em meu artigo artigo publicado na revista científica RECISATEC. 

 A atenção em torno da síndrome de burnout cresce cada vez mais. Em 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu a síndrome de burnout na 11ª Revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID-11) como um fenômeno ocupacional. No ano seguinte, 2020, a pandemia do coronavírus promoveu um aumento expressivo nos casos desse fenômeno psiquiátrico.  

Como é caracterizado o burnout? Esse distúrbio psiquiátrico resulta de um ambiente de trabalho diariamente estressante, sendo considerado uma condição ocupacional. A palavra “burnout” tem origem da língua inglesa: significa queimar (burn) por completo, consumir-se ou esgotar-se. Quando não tratada, a síndrome de burnout pode evoluir para doenças físicas e prejudica toda a vida da pessoa (família, relacionamentos e inclusive hobbies). 

 

O indivíduo passa a se apresentar continuamente cansado: fisicamente e emocionalmente. Em seguida, toda a sua vida é abalada e a sua capacidade de trabalho diminui - como um trágico ciclo. Entretanto, destaco em meu estudo que embora exista correlação entre Síndrome de Burnout e a produtividade, ambos não necessariamente se apresentam como fenômenos decorrentes um do outro. 

 

A produtividade advém da disciplina e do equilíbrio. O indivíduo altamente produtivo é aquele que consegue desempenhar diferentes ações em diferentes áreas da vida (física, social, emocional e profissional) com equilíbrio. Por isso apresenta alta produtividade, por manutenção de metas e foco em objetivos. Além de proporcionar inúmeros benefícios profissionais, o equilíbrio é essencial para a saúde mental e física da pessoa.

 

 


 Fabiano de Abreu - PhD, neurocientista, mestre psicanalista, biólogo, historiador, antropólogo, com formações também em neuropsicologia, psicologia, neurolinguística, neuroplasticidade, inteligência artificial, neurociência aplicada à aprendizagem, filosofia, jornalismo e formação profissional em nutrição clínica - Diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito; Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, UniLogos; Membro da Federação Européia de Neurociências e da Sociedade Brasileira e Portuguesa de Neurociências. Universidades em destaque: Logos University International, UniLogos, Nova de Lisboa, Faveni, edX Harvard, Universidad de Madrid.


Mentora oferece dicas para construir metas para o próximo ano

Fundadora da Plataforma da Vida, mentora e palestrante, Daniele Costa explica quais são as melhores maneiras de definir e alcançar objetivos para 2022

 

Com a aproximação do final do ano e a chegada de 2022, muitas pessoas já estão se preparando para oficialização de metas e objetivos. Esse período costuma ser cheio da idealização de projetos, que vão desde uma vida mais saudável até conquistas de desenvolvimento profissional.

De qualquer maneira, para conseguir alcançar esses propósitos é essencial ter planejamento. Daniele Costa, mentora e fundadora do portal focado em autoconhecimento chamado Plataforma da Vida, destaca a necessidade de clareza, foco e consciência para conquistar o objetivo desejado, mas não se prender somente aos planos mais simples. “Para os meus mentorados, costumo recomendar que a cada três metas realistas, alcançáveis e que dependem somente deles, insiram uma desafiadora, irracional e quase impossível”, conta.

Ainda assim, a definição de metas pode ser um dos passos mais complicados. Enquanto muitos desejam se dedicar à vida profissional e conseguir uma promoção ou aumento de salário, outros estão focados na vida pessoal, saúde e bem-estar. No entanto, é possível desenhar as metas de acordo com as prioridades.

“Na construção das metas existem algumas perguntas que podem fazer toda a diferença: como você gostaria de se ver daqui dez anos? Se você escolher e desenvolver essas metas sua vida estará melhor ou pior? O que de pior pode acontecer se você não conseguir realizá-las? A partir dessas perguntas é possível definir os propósitos e eventuais frustrações”, explica Daniele.

Além das perguntas, é possível fazer uma análise das áreas da vida que merecem mais atenção. A palestrante recomenda avaliar o âmbito financeiro, emocional, intelectual, profissional, familiar, de lazer e relacionamentos afetivos, pontuando cada uma das áreas de 0 a 10. As áreas que apresentam menor pontuação são as que precisam de mais cuidados naquele momento.

Com os objetivos definidos, a próxima etapa é a organização, a mais importante para desenvolver as ideias que foram inicialmente projetadas. Segundo a mentora, a desorganização muitas vezes faz com que as pessoas direcionem energia para diversos lugares, situações e trabalhos ao mesmo tempo, levando à ausência de foco e gerando sobrecarga nos indivíduos.

Para tornar esse processo mais fácil, ela recomenda que as pessoas passem a priorizar mais as próprias metas, além do uso de mapas mentais. “Criar as famosas ‘gavetinhas’ mentais de prioridades é essencial para tê-las em mente sempre. Ao priorizar a si mesmo, se organiza interna e externamente de forma funcional. Dessa maneira, tudo flui com maior facilidade”, a mentora destaca.

Vale ressaltar que os objetivos pessoais costumam depender unicamente do indivíduo, enquanto os profissionais dependem de outras interações, que devem ser pontos de melhoria dentro do ambiente de trabalho. A ajuda de um bom mentor também pode acrescentar um desenvolvimento mais rápido nesses processos.

 


Daniele Costa - É mentora, palestrante e facilitadora em desenvolvimento integral humano.  Também é idealizadora da Plataforma da Vida, um portal de conteúdo e serviços voltados para autoconhecimento e gestão emocional. Formada em Letras, com duas pós-graduações na área de gestão,  passou pelo serviço público de Brasília e atuou 13 anos como bancária, nove deles como gestora.

plataformadavida.com

Instagram: @plataformada.vida e @dani.costa.oficial

Estudo da UFSCar investiga o que crianças pensam sobre promessas não cumpridas

Divulgação
Pesquisadora convida crianças de 5 ou 6 anos para participar de coleta de dados online

 

O que será que as crianças pensam sobre promessas não cumpridas? Será que elas confiam mais em pessoas que cumprem suas promessas do que em pessoas que não cumprem? Essas são as questões que um estudo na área da Psicologia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está buscando responder. Para isso, convida crianças de 5 ou 6 anos de idade para participar de uma coleta de dados online.

 

A pesquisa é realizada pela graduanda Laura Cunha Melnicky, como projeto de Iniciação Científica, e tem financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O estudo tem orientação da professora Debora de Hollanda Souza, docente do Departamento de Psicologia (DPsi), e é desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa em Desenvolvimento Sociocognitivo e da Linguagem (GPDeSoL), vinculado ao Laboratório de Interação Social (LIS), do DPsi da UFSCar.

 

"No atual momento histórico, somos diariamente solicitados a questionar a credibilidade de informações que chegam de diferentes fontes: TV, jornais, mídias sociais, grupos de mensagens. A habilidade de discriminar fatos e falsidades (fake news) nunca se mostrou tão importante", explica Laura Melnicky. "Mas há muito ainda a ser investigado sobre as origens dessa habilidade ou quando e em que circunstâncias as crianças demonstram ser capazes de confiar seletivamente. Levando em consideração a relevância de estudos sobre confiança seletiva em crianças e o número ainda limitado de estudos sobre o tema no País, estou realizando este trabalho", complementa a pesquisadora.


 

Como participar

 

O projeto é voltado para crianças de 5 ou 6 anos de idade e, para participar, é preciso ter um dispositivo com câmera (notebook, tablet ou smartphone) com um bom sinal de Internet. A coleta de dados será totalmente online, com duração de aproximadamente 30 minutos. Para inscrever a criança, basta que a mãe, o pai ou o responsável legal preencha o formulário online, disponível em https://bit.ly/3paePBP.

Saiba mais no vídeo do convite para a pesquisa, em https://bit.ly/3d8lo1S. Outras informações podem ser solicitadas à pesquisadora Laura Melnicky pelo telefone (16) 99760-9614 (também WhatsApp) ou pelo e-mail lauramelnicky@estudante.ufscar.br. Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 51013421.6.0000.5504).


Conheça 5 jogos feitos para ajudar no combate à depressão e ansiedade

Algumas das animações dos games ajudam as pessoas a se sentirem mais confortáveis e calmas


Jogos online foram a salvação de muitas pessoas durante o período de isolamento social. De acordo com um estudo feito pelo Programa Xbox Research Accessibility Community Feedback, 84% das pessoas afirmaram que os games ajudaram em relação à saúde mental no período mais forte da pandemia.

"Após um dia estressante no home office, há quem encontre conforto em passar um tempo na frente da televisão ou do computador jogando alguma coisa. É importante ter a noção do quanto esse tempo é benéfico para a saúde mental", afirma Dr. Victor Kurita, (CRM 98008 SP), médico focado na saúde física e mental dos gamers. Pensando nisso, o médico separou cinco jogos online criados especialmente para ajudar pessoas com transtornos de ansiedade e depressão.

Jornada do Acolhimento: criado em parceria com associações de psicólogos e psiquiatras, o jogo é feito propriamente para conscientizar os jogadores sobre a depressão. São quatro estágios que passeiam pela fase da descoberta, superação, esperança e cuidado.


Hellblade: Senua’s Sacrifice: o jogo foi criado a partir de eventos reais após a invasão viking nas ilhas Orkney e a personagem do Jogo, Senua, viaja para um dos mundos da Mitologia Nórdica. Enquanto a jornada dela acontece, o game mostra com clareza como se comporta uma pessoa com ansiedade e até mesmo com episódios de psicose.


Sea of Solitude: o jogo se passa na Alemanha após uma enchente devastadora e a personagem principal, Kay, passa pela cidade destruída totalmente solitária e sozinha. Entre os monstros que ela combate, ao longo do jogo fica implícito que isso tudo na verdade vem da protagonista, que passa por uma fase de depressão severa, mas vê um lampejo de esperança com outras representações artísticas de luz no meio da escuridão.


Celeste: com uma arte mais voltada para o que lembra os anos 80, a ideia do jogo é ajudar Madeline a sobreviver à seus demônios interiores. Isso acontece enquanto ela está na jornada de escalada de uma montanha até seu topo evitando a morte. A ‘luta’ é de uma pessoa com ansiedade e depressão e faz o jogador empatizar com a personagem, fazendo o possível para que ela chegue ao final.


Flower: o jogo não é desafiador, mas tem a intenção de trazer sentimentos e sensações boas ao jogador. Também sem diálogos, o arco narrativo é formado pelas artes visuais e emocionais. Ao controlar as pétalas que voam graças ao vento, o jogo é considerado como uma terapia para jogadores com depressão.

Por mais que existam muitos estudos que falem sobre como o uso excessivo de games pode ser prejudicial à saúde mental, outros debatem exatamente o contrário, como é o caso dos pesquisadores da Universidade de Oxford, que relacionam o modo de jogar com o bem-estar dos jogadores. Matti Vuorre, um dos autores do estudo, afirma que os jogos oferecem uma alternativa interessante e satisfatória em relação aos contatos restritivos da pandemia.

"Apesar de muito tempo de tela não ser recomendado, os jogos online podem ser muito benéficos para a saúde mental, tanto para reduzir o estresse, quanto para apoiar o equilíbrio mental e ajudar com o relaxamento. Eles oferecem um escape, uma chance de deixar suas preocupações diárias para trás por um tempo e fazer algo completamente diferente", finaliza Dr. Victor.



Dr. Victor Kurita - Formado pela Faculdade de Medicina do ABC, o Dr. Victor Kurita tem mais de 20 anos de experiência na área de saúde, é filho de pais orientais e teve uma educação bastante tradicional, motivado por sua própria história de superação do vício em jogos, ele se especializou no atendimento desse público. Por meio da Medicina Integrativa o Dr. Kurita tem ajudado os jovens a superar seus desafios equilibrando a saúde mental e física e incentivando o diálogo entre pais e filhos.


Procrastinação pode estar ligada à agressividade reprimida

A preguiça ainda é encarada com preconceito pela sociedade, mas pode ser a porta para curar sentimentos de dor, diz psicanalista especializado em jogos de autoconhecimento  

Nickson Gabriel, psicanalista, especialista em jogos de autoconhecimento e fundador do Instituto O Jogo da Vida, fala sobre os desafios da procrastinação, mal que pode ser necessário para encontrar o caminho da prosperidade. 

 

A procrastinação, o ato de adiar tarefas, compromissos e planos, é impasse na vida de milhares de pessoas no mundo todo. Com as turbulências enfrentadas pela humanidade nos dois últimos anos, muitas delas se sentiram paralisadas, começaram a entrar em crise existencial e passaram a se perguntar com mais frequência sobre o sentido do que fazem no dia a dia. 

 

A estagnação, no entanto, pode ser um bom sinal de que precisamos olhar para dores profundas, para problemas de relacionamento ou situações de raiva do passado, que nos impedem de prosperar e ter uma vida abundante. 

 

Para o psicanalista especialista em jogos de autoconhecimento, Nickson Gabriel, a procrastinação não é apenas uma característica de pessoas consideradas preguiçosas, mas também dos “workaholics”, que se afogam em trabalho, mas nem sempre fazem o que é necessário fazer, para não encarar sentimentos de dor. 

 

“A estagnação se manifesta nas pessoas, principalmente, como retração do sentimento de raiva, feridas abertas que nos impedem de estar com o coração presente para agir naquilo que precisamos”, afirma Nickson Gabriel, que estuda jogos de autoconhecimento há quase 30 anos e é fundador do Instituto O Jogo da Vida. 

 


Desmistificando a preguiça 

 

A sociedade ainda condena muito a preguiça e, para sair da procrastinação, é importante desfazer este preconceito.  

 

“É fundamental, primeiramente, entender que não é apenas preguiça, mas sim algo mais profundo, que precisa ser respeitado para que possa realmente ser transformado. É preciso ir além da culpa. Depois, estando consciente do tamanho do desafio, valorizar cada pequeno passo na direção daquilo que deve ser feito”, explicou Nickson Gabriel. 

 

O especialista aproveita para dar um exemplo prático: “Coloque metas menores em direção ao que precisa fazer. Se precisa escrever um texto, comece com uma meta de apenas ligar o computador e abrir o arquivo de texto. Em seguida, coloque uma meta de escrever a primeira frase. Dê valor e comemore cada pequeno passo e logo o texto fluirá”. 

 

Encarar o desafio pode nos colocar em contato com feridas emocionais e isso é o que muitas vezes nos paralisa. Desde o início da pandemia, Nickson vem atendendo dezenas de pessoas que se queixam de estagnação, de crise de identidade, de insatisação com o trabalho e medo da escassez. 

 

Para progredir, prosperar e ganhar dinheiro fazendo aquilo que gosta, as pessoas podem identificar as culpas que sentem e aceitar seus momentos de preguiça, encarar suas dores e reencontrar seu propósito de vida.  

 

“As pessoas tendem a ridicularizar a preguiça, mas elas se movimentarem no sentido de reconhecer o tamanho do desafio, confiar na capacidade de sentir, perceber suas emoções, dores, raiva e a incapacidade de lidar com a agressividade, elas podem fazer girar a roda da prosperidade” afirma Nickson.  

Segundo ele, diante da procrastinação, é importante ser mais humilde, aceitar as próprias limitações, ser amigo se si mesmo, ter calma consigo mesmo. Se existe dor, existe algo que precisa ser cuidado acima de tudo e, depois, estabelecer metas melhores.

 


NICKSON GABRIEL - psicanalista, com abordagem em Psicologia Junguiana e especialista em jogos de autoconhecimento. Criador da metodologia “O JOGO DA VIDA” e, mais tarde, fundador e diretor do INSTITUTO O JOGO DA VIDA que, através de seus cursos, já capacitou mais de 4000 psicólogos e terapeutas de diversas partes do Brasil e exterior, para atuarem com jogos no processo de desenvolvimento humano. Também é constelador, teatroterapeuta e storyteller, com experiência em gestão e implantação de projetos educacionais na rede pública e privada. Atua fazendo pontes entre a psicologia profunda, jogos e espiritualidade prática. 


Especialista em Feng Shui explica como renovar as energias da casa para a virada do an

Atitudes simples como limpar os armários, escolher plantas e flores para os ambientes e ouvir músicas todos os dias podem transformar o lar para a chegada de 2022

 

A designer de interiores Cris Bevilaqua cria projetos de Feng Shui baseados na escola Ba Zhai (escola da bússola), em que a cura dos espaços é realizada somente com cristais. "A técnica que realizo ativa as energias positivas e neutraliza as negativas apenas com cristais, sendo uma espécie de guia que trabalha exatamente com a frequência presente em cada direção", explica.

O planeta regente em 2022 é o Mercúrio, representado pela cor amarela. Segundo as previsões do Feng Shui, o ano que está por vir será propício para diversas áreas atuação, como para questões ligadas à tecnologia, comunicação, comércio e educação. A partir de 1º de fevereiro acontecerá a transição para ano do Tigre, que de acordo com tradição chinesa ajuda as pessoas a agirem com mais coragem e ousadia. Segundo Cris Bevilaqua, as cores mais indicadas para serem usadas durante este período são: azul, verde, vermelho e amarelo, representados pelos cristais ‘Quartzo Azul’, ‘Quatro Verde’, ‘Jaspe’ e ‘Citrino’.

Pesando na transição que o mundo está atravessando em decorrência da pandemia de Covid-19, Cris Bevilaqua acredita que a virada do ano é um momento importante para que a população se atente sobre a importância da relação da casa/morador. "Muitas pessoas passaram a notar que a casa é uma verdadeira âncora de proteção. A nossa morada é um ecossistema vivo e com energia própria, é fundamental que essa potência esteja sempre alinhada com a do seu morador, principalmente no período que antecede a virada do ano. A casa é o nosso templo sagrado e trincheira, quando o lar está em harmonia é natural que a vida siga mais fluida, feliz e próspera", completa Cris.

De acordo com os ensinamentos do Feng Shui, logo na entrada do novo ano é formada uma egrégora de proteção mundial, que representa o recomeço de ciclos, e essas mudança valem pra todos os campos da vida. Pensando nisso, veja abaixo as dicas elaboradas pela Cris Bevilaqua, designer de interiores especializada em projetos de Feng Shui, e saiba como preparar a casa para a chegada de 2022.

Organize a casa e faça uma limpeza geral nos armários:







Antes da virada do ano é importante fazer uma limpeza na casa e para retirar dos espaços coisas materiais que não fazem mais sentido para os moradores. Aproveite a oportunidade para doar roupas, sapatos, itens de decoração ou utensílios domésticos que não usados ou combinam mais com você. A ideia é sempre tentar se desfazer desses objetos para abrir espaço para coisas novas.


Faça uma infusão de ervas e borrife pela casa:

O alecrim tem o poder de trazer mais alegria e saúde as pessoas, alguns dos fatores determinantes para elevar a energia da casa. Já a hortelã é ideal para elevar a confiança pessoal e amenizar os medos.







Como preparar as ervas:

- Faça uma infusão da erva ou planta escolhida, coe, insira em um recipiente e borrife pela casa. A mesma mistura pode ser passada no corpo, de preferência depois do banho.


Enfeite a sua casa com flores e plantas:














As flores amarelas são indicadas para quem buscar trazer mais prosperidade para o lar. As espécies podem ser diversas, como girassóis, lírios, tulipas, rosas, astromélias, margaridas ou gerberas. As mudas de manjericão e orégano também trazem o mesmo efeito de abundância para a morada.





Escute músicas em casa todos os dias:

 




Ligue o som! Faça uma seleção de músicas que sejam relaxantes ou que te façam bem. Para que a vibração do lar se mantenha sempre alta, o ideal é que esse ritual seja realizado todos os dias.

 

Aposte nos incensos:

O incenso de lavanda ajuda a acalmar o corpo, a mente e também a casa. O aroma proporciona uma sensação de paz e auxilia na ansiedade, agindo como um tranquilizador natural.

Já o incenso de mirra é recomendado para harmonizar e purificar as energias dos ambientes da casa. E se a intenção é expulsar todo tipo de energia negativa, o palo santo é super recomendados.







Tenha dois guardiões na entrada da casa

Coloque duas pedras, como as Turmalinas Negras entre o rodapé e o batente da porta, sendo uma de cada lado. Os cristais vão servir como dois guardiões que protegerão a casa. Você ainda pode colocar dois vasos de plantas no lado de fora da casa (uma de cada lado). As plantas também protegerão a casa e os seus moradores.
















Lembrando que estes cuidados com a casa podem e devem ser realizados durante todo o ano, para que as melhores energias estejam sempre presentes no lar. Adote essa nova rotina e perceba como a sua vida mudará para melhor!

"A casa e o seu morador, uma relação de amor" - Cris Bevilaqua.

 



Cris Bevilaqua  - Autoridade em equilíbrio energético, cria projetos de Feng Shui baseados na escola Ba Zhai (escola da bússola), em que a cura dos ambientes é realizada somente com cristais, sem a necessidade de trocar móveis ou objetos de posição. A história de Cris Bevilaqua com o Feng Shui começou há duas décadas, quando ela era recém-casada. Formada em designer de interiores pela Escola Panamericana de Artes, em São Paulo, a profissional começou a se interessar pela técnica chinesa após sentir que a energia dela própria a que estava ao redor influenciava no andamento da casa em que vivia com o marido e primeira filha.

Cris Bevilaqua - Feng Shui com Cristais

Instagram: @crisbevilaqua.oficial


Posts mais acessados