Pesquisar este blog

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Frio e tatuagem, a combinação perfeita



Para ter um excelente resultado, o tatuado precisa ficar pelo menos 30 dias longe do sol


Muito se fala sobre qual a melhor época para fazer uma tatuagem. Clima quente ou frio? Por vivermos num país tropical, onde no verão o sol é escaldante em nossas cabeças, os especialistas indicam as estações mais frias como a época mais propícia a se tatuar.

Essa decisão beneficia a tatuagem tanto na estética quanto na saúde e higiene. "Estações como outono e inverno são as ideais para marcar a pele, pois ela fica menos exposta ao sol e também ao suor, que podem causar reações inflamatórias e dificultar o processo de cicatrização da região”, explica o tatuador William Amorim, organizador do Leste Tattoo Festival.

É preciso, em média, trinta dias para cicatrizar completamente a área tatuada e, por isso, durante esse período é necessário uma série de cuidados para que a tatuagem não seja danificada.

Para o tatuador William Amorim, o principal cuidado que se deve ter com a tatuagem durante esse período está relacionado à questão da hidratação. “No inverno, a nossa transpiração diminui por causa das baixas temperaturas, isso mantém o corpo aquecido, mas, ao mesmo tempo, contribui para que a pele fique mais seca e ‘quebradiça’”, conta.

O tatuador ainda indica outras precauções no cuidado com a tatuagem para essa época do ano: evitar banhos muito quentes e demorados, evitar esfregar a área tatuada durante o banho, evitar abafar a tatuagem com muita roupa, beber bastante água para manter a pele hidratada, não esquecer do hidratante corporal e, depois dos primeiros vinte dias, usar protetor solar pela manhã.

Nos estúdios de tatuagem, a procura maior pelos serviços ainda acontece no verão, uma vez que a exibição do corpo nessa época é maior e, por isso, as pessoas querem mostrar seus investimentos na arte corporal. No entanto, os cuidados com o “pós”.

“Se a ideia é mostrar o desenho no verão, o ideal é fazer a tatuagem no inverno. Assim, quando chegar lá, a tatuagem estará perfeita, com a cor intacta e sem restrições”, indica William Amorim.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts mais acessados