Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Técnica de ressignificação ajuda a salvar casamentos



É difícil existir uma relação duradoura sem desgaste. As crises são situações que surgem dentro de qualquer relacionamento interpessoal e, no casamento, elas podem e devem ser superadas. Porém, muitas vezes, apenas a boa vontade, conversas prolongadas e até uma renovação diária, não são suficientes. Saber dar novos significados a acontecimentos passa a ser fundamental para quem deseja ter uma vida afetiva mais agradável e proveitosa.

Isso é possível com a Ressignificação, que consiste em atribuir um novo sentido a um episódio ou situação, através de uma mudança de visão a respeito do ocorrido. É comum que cada pessoa tem sua própria interpretação sobre um fato e essa posição seja embasada em “filtros” pessoais, como os próprios valores, experiências anteriores, crenças e preconceitos. Essa técnica visa alterar essa visão sobre algo ou algum evento, levando a outro significado, com o intuito de acabar com crenças limitantes e trazer a solução para uma série de problemas.

Em um casamento, por exemplo, certa atitude do parceiro pode trazer mágoa e insegurança e esse pensamento fixo acaba martelando na cabeça até destruir o relacionamento. “Quando algo dá errado, causa frustração, dúvida ou insatisfação, as memórias relacionadas àquele acontecimento são mais amargas, incômodas. Um exemplo. Uma pessoa ficou traumatizada com um relacionamento anterior, pois o parceiro era agressivo e infiel. É possível mudar esse pensamento com uma simples frase: não é um alívio saber que sua dor está no passado e ter sobrevivido às experiências faz de você hoje a pessoa formidável que é?”, revela William Ferraz, do Instituto Ideah.

A técnica de ressignificar tem como principal objetivo transformar o defeito em virtude, desvantagem em benefício e, o mais importante, transformar o negativo em positivo. “Essa técnica mostra que dá para ser receptivo a um comportamento e sentimento desagradável, graças aos seus propósitos positivos. A pessoas que se sente infeliz, culpado, zangado ou embaraçado, ao invés de ficar se criticando por ter esses sentimentos, deve aceitá-los e descobrir qual o propósito positivo de cada um deles. À medida que descobrimos outras formas de atingir esses objetivos positivos, não mais precisaremos ter sentimentos desagradáveis ou comportamentos problemáticos”, explica o especialista.

Apreenda a ressignificar em cinco etapas:


 Primeira etapa: Identifique o comportamento que gostaria ressignificar/mudar
Ex: você implica com o parceiro por ele querer jogar futebol todo final de semana.


 Segunda etapa: Identifique a intenção positiva deste comportamento.
Ex: Você implica porque quer ganhar atenção dele


 Terceira etapa: Levar essa intenção positiva identificada até o seu lado criativo, ou seja, identificar novos comportamentos (pelo menos 3) que chegue a mesma intenção positiva identificada.

Ex: Identificar outras situações positivas para ganhar a atenção dele.

1 – Acompanhá-lo no jogo e torcer por ele

2 – Fazer um streap tease

3 – Preparar um jantar romântico


 Quarta etapa: Após identificar essas novas ideias, leve para o seu lado ecológico/racional, e escolha a mais adequada.

Ex: fazer um streap tease não me deixaria a vontade, mas preparar o jantar romântico sim.


Quinta etapa: Fazer uma ponte para o futuro. Já se imaginar fazendo o jantar e se perguntar: Ele gostou da minha surpresa? Eu gostei do resultado? Eu consegui mais atenção dele?





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como utilizar a Black Friday a favor do seu negócio

O Brasil não está em um de seus melhores momentos e, ultimamente, vive uma insegurança política que vem desaquecendo a economia. No entan...