Pesquisar este blog

sábado, 17 de março de 2018

Dermatologista aponta sugestões para cuidar dos cabelos, unhas e pele


Ter um estilo de vida saudável, por mais clichê que pareça, pode acarretar benefícios diretos para a saúde da pele, do cabelo e das unhas. Além de estabelecer uma alimentação balanceada e praticar exercícios físicos regularmente, a hidratação do corpo e a saúde mental também são elementos fundamentais para levar uma vida plena. A dermatologista Cintia Guedes Mendonça listou alguns cuidados que devemos ter para com a pele, com os cabelos e com as unhas durante a vida. 


Pele
 
O sol traz diversos benefícios às pessoas como por exemplo, a produção de vitamina D para o organismo. Entretanto, ficar debaixo dos raios solares sem a devida proteção pode desencadear diversos problemas. O principal fato que é enfatizado desde a infância é o uso do protetor solar. Além do câncer de pele, perdemos cerca de 2% da produção de colágeno a cada dez anos, e o sol faz com que este processo seja mais acelerado. O protetor solar é o principal beneficente para evitar que haja este aceleramento.  

Além dos cuidados com o Sol, a hidratação da pele é fundamental. No verão, é recomendado o uso de hidratantes mais frescos e leves. Já no inverno, por conta do tempo mais seco e de banhos quentes prolongados, a pele fica ressecada e os médicos aconselham usar hidratantes mais cremosos e potentes. Mantendo a pele hidratada com produtos adequados para cada tipo, a quantidade de água na derme fica equilibrada e isso também ajuda em sua elasticidade. 


Cabelo

Para ter uma boa aparência, o fio precisa estar saudável. Tanto na moda, quanto no dia a dia, as mulheres estão aderindo à tendência de deixar os cabelos mais naturais, sem muitas químicas. A utilização de secador e de chapinha vem diminuindo. A sugestão é que cada pessoa use produtos adequados para cada tipo de cabelo (shampoos e condicionadores), além de manter a hidratação em dia (produtos caseiros também ajudam).


Unha

A maioria das mulheres não se preocupa em levar seu próprio kit de unhas para as manicures. É importante que cada pessoa tenha sua própria lixa e seu próprio alicate, evitando assim contrair doenças como hepatite e HIV. Além disso, é recomendável que, pelo menos em dois dias na semana, a mulher fique sem esmalte para melhorar a queratina da unha. Já que se trata de uma proteína, ao ficar muito tempo com a película do esmalte, a unha pode ficar abafada (as unhas podem ficar quebradiças e manchadas). Ademais, hidratar as mãos é uma boa dica para mantê-las saudáveis. 








Dra. Cíntia Guedes Mendonça - Graduada pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (SP), Dra. Cíntia Mendonça possui título de especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e certificação de medicina estética pelo Instituto Brasileiro de Ensino (ISBRAE). Pós-graduada em dermatologia pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, fez residência médica em ginecologia e obstetrícia pelo Hospital Municipal Maternidade “Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva” (Hospital Municipal Maternidade-Escola de Vila Nova Cachoeirinha).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts mais acessados