Pesquisar este blog

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Vetnil apoia 'Outubro Rosa' na conscientização de prevenção ao câncer de mama em gatas e cadelas


 No mês dedicado à prevenção da doença, a empresa incentiva aos tutores na castração de seus bichinhos de estimação e a observarem a região das mamas
 

O 'Outubro Rosa' é um movimento popular de estímulo à prevenção do câncer de mama, que tem conseguido apoio de milhares de pessoas em todo o mundo. A Vetnil, uma das maiores empresas do setor veterinário, alerta para a importância da castração precoce, antes do primeiro ano de vida, em gatas e cadelas, como forma de prevenção das neoplasias (tumores benignos e malignos) de mamas no mês dedicado ao tema em todo o Brasil. A iniciativa reforça a importância de estar atendo aos principais sinais de alteração e de consultar sempre o médico veterinário.

Estudos comprovam que é grande a incidência deste tipo de câncer nos animas domésticos (em gatas representam 30% e em cadelas 40%). “Em nossos 24 anos de atuação nos tornamos referência em campanhas de orientação e ações para prevenir doenças e promover o cuidado animal. Por isso, procuramos aproveitar oportunidades, como o Outubro Rosa, para chamar a atenção de tutores de animais sobre a relevância desta ação”, afirma Fernanda Cioffetti Marques, Médica-Veterinária e Gerente de Marketing da Vetnil.

Segundo ela, a castração de gatas e cadelas, por exemplo, antes do primeiro cio, reduz para 0,5% a chance de desenvolvimento de tumores mamários malignos. “Quando a ovário-histerectomia é feita tardiamente os riscos de câncer mamário se ampliam de forma expressiva. Depois do primeiro cio aumenta para 8%; e depois do segundo salta para 26%”, explica Fernanda. Outros fatores fundamentais para a prevenção são garantir uma alimentação equilibrada - rica em nutrientes, com o uso de suplementos -, e motivar a realização constante de exercícios físicos.

Nos animais, assim como nos humanos, a melhor forma de identificar a existência de uma anomalia mamária é apalpar a região. Ou seja, o tutor deve estar sempre atento, observar visualmente e fazer a palpação sempre que possível para verificar se existem nódulos. “É um recurso simples e eficaz que assegura a rápida percepção de eventuais inchaços ou nódulos, que deve ser acompanhado de exames regulares, bem como de consultas periódicas ao médico veterinário”, alerta a médica veterinária. Outros sintomas que podem ser indicadores de existência do câncer mamário são dor, vermelhidão e temperatura elevada no local.

Ao ser constatada a neoplasia mamária é necessário iniciar o tratamento o mais rápido possível, o que geralmente consiste na remoção do tumor e da região acometida, para que o animal possa ter sua saúde reestabelecida ou uma maior sobrevida, podendo ou não ser acompanhada de tratamento quimioterápico.  “Quanto mais precoce for o tratamento, maior é a possibilidade de cura. Portanto, o Outubro Rosa é um excelente momento para reforçar os cuidados, não só com familiares e amigas, mas também com as companheiras felinas e caninas, que nos apoiam e alegram o dia a dia”, complementa Fernanda.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts mais acessados