Pesquisar este blog

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Especialista dá cinco dicas indispensáveis para quem está procurando emprego

Docente de RH do CEUNSP orienta profissionais que estão em busca de uma nova colocação no mercado de trabalho


O Brasil se encontra em um cenário político e econômico conturbado, enfrentando um alto índice de desemprego. Segundo o IBGE, mesmo que esse panorama apresente melhoras, com o índice de desemprego registrando queda no último trimestre, ainda há cerca de 12 milhões de brasileiros que estão em busca de um trabalho. E em meio a essas dificuldades, muitas dúvidas estão presentes na cabeça daqueles que desejam conquistar uma vaga.

Para ajudar esses candidatos, a Profa. Ms. Gisele Massarani Alexandre de Carvalho, coordenadora do curso de Recursos Humanos do CEUNSP, selecionou cinco dicas que ajudam a tornar o processo de busca mais fácil e assertivo.


1 – Currículo

O currículo deve ser objetivo, claro e verdadeiro. Deve conter as informações sobre as experiências de trabalho e quando enviado para uma vaga específica, estar direcionado a esta vaga. Quando o empregador analisa um currículo, ele quer saber onde você já esteve, o que você já fez e o que você pode fazer pela empresa dele. Um currículo deve constar os dados pessoais, o objetivo, formação acadêmica, experiência profissional e a qualificação profissional. Atividades extracurriculares, como conhecimento em outros idiomas, informática, intercâmbios realizados, cursos relevantes e trabalho voluntário também podem ser citados. Vale ressaltar: o currículo deve conter no máximo duas páginas, não pode conter erros de português, mentiras e nem supervalorizar qualidades.

 Lembre-se: pretensão salarial e carta de apresentação, somente se for solicitado.

Dica para quem não possui experiência profissional ou está há muito tempo desempregado: dedique sua atenção à formação. Cursos de qualificação profissional realizados ou em andamento, trabalhos voluntários, participação em Empresas Junior, estágios não remunerados e intercâmbios podem ter grande valia para as empresas.


2 – Candidatura

Com a informática gerindo dados em todos os setores, para o setor de RH não foi diferente. Hoje, a maioria das empresas já utiliza banco de currículos online captado por meio de seus sites ou parceiros. Entretanto, há muitas empresas e agências de emprego que ainda aceitam o currículo impresso também, entregue pessoalmente. Explore as duas possibilidades.


3 – Redes Sociais e a Internet

As redes sociais são boas ferramentas de busca para a recolocação profissional. O LinkedIn, por exemplo, é uma rede social especializada em carreira que o indivíduo pode cadastrar e atualizar o seu currículo. Nela, é possível adicionar pessoas da mesma área, solicitar recomendações e indicações de vagas. No Facebook é possível participar de grupos específicos que anunciam vagas e estágios, além da
possibilidade de contato com outras pessoas que podem compartilhar informações de vagas e trocar informações sobre a mesma área que a sua. O Twitter é uma outra rede de contatos que incluem empresas que utilizam a plataforma para divulgar vagas e encontrar candidatos.

É importante dizer: é preciso ter cuidado com as redes sociais, com os conteúdos postados e os grupos de interesse. As empresas analisam os comentários, as fotos, as postagens para saber um pouco mais sobre os candidatos. Dê atenção também a escrita e as abreviações que são utilizadas nestas redes.


4 – Bancos de Empregos

Em tempos em que a dificuldade de encontrar vagas é muito grande, vale a pena optar por diversas ferramentas na busca por uma oportunidade, incluindo órgãos públicos. No CAT - Centro de Atendimento ao Trabalhador o indivíduo pode cadastrar seu currículo gratuitamente no site e a partir disso, passará a receber vagas, podendo se inscrever para aquelas de seu interesse. De acordo com os requisitos da vaga e os interesses dos candidatos, o CAT encaminha a pessoa para entrevista, mas a decisão final de contratar será sempre da empresa que disponibiliza a vaga.

Já o BNE - Banco Nacional de Empregos é um site que possibilita a busca por candidatos e o anúncio de vagas feito por empresas que desejam contratar. O BNE pode ser utilizado de maneira gratuita ou através da assinatura de um plano que determina os serviços que você poderá acessar.

De maneira bem tecnológica, o Sine Fácil é um aplicativo gratuito que permite ao trabalhador encontrar, de forma prática e rápida, vagas de emprego adequadas ao seu perfil e de acordo com o local da residência. Para utilizar o aplicativo, o indivíduo precisa de um código de acesso (QR Code) que pode ser obtido no portal Emprega Brasil e depois é só acompanhar as vagas e outros serviços disponíveis no aplicativo.


5 – Tendências de Mercado

Para quem está em dúvida em qual área deve dedicar aos estudos e profissionalmente, ressalto alguns destaques que estão em alta no mercado: TI, Gestão de Recursos Humanos, Ciências Contábeis, Marketing, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Administração, Gestão de Logística e Área Financeira.





Ceunsp


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts mais acessados