Pesquisar no Blog

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Como aproveitar os últimos dias de férias para cuidar da saúde da família


Os últimos dias de férias escolares pode ser um bom momento para dedicar maior atenção à saúde da família, a fim de prevenir doenças. Depois de descansar a mente e o corpo, marcar consultas, fazer exames clínicos e laboratoriais e conferir o cartão de vacinas são cuidados básicos para garantir um início de ano com muita disposição e bem-estar.

Atualizar as vacinas é protocolo básico, especialmente para crianças menores de cinco anos que estão prestes a iniciar a vida escolar, pois é nessa fase que elas poderão ter mais contato com doenças infecciosas. Segundo o médico infectologista do Grupo São Marcos, Adelino de Melo Freire Júnior, a vacina reduz riscos de infecção e é uma das melhores formas de evitar doenças como gripe, meningite, poliomielite, sarampo e catapora. 

Adultos também devem ficar atentos ao calendário vacinal. "Precisamos focar na vacinação da família como um todo, não só as crianças. Uma população vacinada é capaz de controlar a circulação de agentes infecciosos e conter surtos que se tornariam um problema de saúde pública", afirma Adelino. A Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que a vacinação em massa evita entre 2 milhões a 3 milhões de mortes por ano e é responsável pela eliminação de várias doenças. 

A medicina evoluiu muito nos últimos anos. Principalmente nas áreas de diagnóstico e de prevenção de doenças. Hoje, já existem protocolos bem estabelecidos para cada perfil de paciente, com exames clínicos, laboratoriais e por imagem, de acordo com a faixa etária, sexo e histórico de risco, como a incidência de certas patologias na família ou área de moradia. Homens e mulheres devem estar atentos aos exames preventivos de rotina. A médica endocrinologista do Grupo São Marcos, Flávia Pieroni, afirma que a conduta médica depende dos hábitos e sintomas apresentados. 

Na virada de ano, muita gente tenta mudar o estilo de vida, iniciar dietas e praticar atividades físicas. "É importante lembrar que o acompanhamento de profissionais da área médica e nutricional e a realização de exames de indicação correta pelo médico assistente são cuidados essenciais para avaliar as condições do corpo e gerar melhores resultados", diz Flávia. 

Em relação às crianças, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, a realização de exames deve seguir a indicação do pediatra, observando histórico de saúde. Conforme Flávia, "uma criança cuja família tem histórico de pressão alta, diabetes, alterações no colesterol ou triglicérides deve ser submetida à investigação dessas patologias que, na fase inicial, podem evoluir de forma silenciosa".


Confira algumas dicas de cuidados com a saúde da família:


• Agende consultas com médico clínico geral, médico da família ou pediatra;

• Leve o cartão de vacinação e exames recentes que já tenham sido realizados;

• Durante a consulta, relate ao médico a sua história familiar e pessoal de saúde, possíveis alterações físicas e sintomas. A consulta médica de rotina, feita fora do contexto de urgência/emergência, auxilia o médico na construção de um histórico de saúde e de um plano preventivo e terapêutico;

• Leve anotado o nome ou a embalagem dos medicamentos que está tomando para possível ajuste de dosagem, suspensão ou substituição. Se for necessário ministrar outros medicamentos, a interação medicamentosa precisa ser avaliada previamente;


• Caso o médico solicite exames adicionais, marque uma consulta de retorno para avaliação e orientação;

• Lembre-se: tão importante quanto seguir as orientações médicas é a adoção de hábitos de vida saudáveis, como o controle adequado da alimentação, a prática de atividades físicas regulares, o abandono do tabagismo e do uso abusivo de bebidas alcóolicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts mais acessados