Pesquisar este blog

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Útero septado ou bicorno?


Especialista em diagnóstico por imagem indica como investigar as malformações uterinas?


Cerca de 2% das mulheres têm malformações uterinas e o exame físico, somado ao histórico clínico e o diagnóstico por imagem é essencial para determinar o tipo de problema e conduta terapêutica. Um dos mais comuns, por exemplo, é o útero bicorno ou septado, que é caracterizado por uma parede interna que divide o órgão.

De acordo com a Dra. Luciana Chamié, especialista em diagnóstico por imagem da mulher, os exames mais frequentes para diagnosticar as malformações são a histerossalpingografia, que usa contraste iodado, a ultrassonografia 3D e a ressonância magnética. 

“Os exames de imagem representam ferramentas de grande utilidade na prática clínica do ginecologista em todas as fases da vida da mulher, então quando há suspeita de qualquer problema de saúde, a paciente deve procurar um especialista para investigar a doença e com um diagnóstico preciso iniciar um tratamento adequado”, sinaliza Chamié.





Dra. Luciana Pardini Chamié - Doutora em Radiologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), conta com mais de 15 anos de experiência acadêmica e profissional em diagnóstico por imagem. É referência mundial em diagnóstico por imagem da endometriose. A médica conta com especialização em Tomografia Computadorizada do Abdome e Ressonância Magnética do Abdome pelo Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Especialista em Radiologia e Diagnóstico por Imagem pela Associação Médica Brasileira (AMB); sócia titular do Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR); sócia titular da Sociedade Paulista de Radiologia (SPR); membro da Radiological Society of North America (RSNA), da Radiological Society for Reproductive Medicine (ASRM); e revisora de artigos e periódicos do Internacional Journal of Gynecology and Obstetrics.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts mais acessados