Pesquisar este blog

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Guarda roupa funcional para 2018



O final de ano é uma boa época para avaliar quais itens foram indispensáveis no guarda roupa e quais peças podem ser doadas


Hora das transformações do final de ano

Final do ano é época de reflexão. Um bom momento para olhar aquelas peças que não funcionaram bem durante o ano, ou já não atenderam no verão passado.

Hora de desapegar, pensar numa customização, fazer ajustes e substituições além de pensar também nos looks das confraternizações e festas. Portanto na hora de investir, pense além. Vislumbre o uso em algumas situações, ambientes e combinando com o que você já tem.

Não se apegue a estação. Caso encontrar um saldo de inverno, invista em qualidade de material, corte e modelagem da peça e possibilidades de usar ao máximo.

É momento também de atualizar, analisar em que momento estamos na vida seja profissional e/ou pessoal para adequar aos estilos predominantes, mudanças corporais ou outra questão que esteja em evidência.

Para levar em consideração quais peças são essenciais no acervo feminino pensamos numa infinidade de referências e é inviável termos tudo que nos é apresentado nas revistas, nas redes sociais, nas lojas e até nas conversas com amigas.

Como escolher as melhores opções é a dúvida de muitas. Vamos analisar o que é preciso para construir uma imagem que atenda as mais diferentes demandas do dia a dia da mulher.

O primeiro passo é levar em conta o estilo de vida, suas atividades, estilo pessoal e tipo físico. E se alinharmos bem esses itens a seguir, os passos seguintes serão mais fáceis: calça jeans, calça preta, saia em cor neutra, short ou bermuda, camisetas/blusas em cores neutras e com estampas clássicas como as listras, camisa, regatas, suéter e vestido. Para composições com terceira peça é interessante ter jaqueta jeans, blazer, colete e casaco. Biquíni ou maiô, chapéu, óculos de sol, echarpe, bolsa grande e pequena, joias e/ou bijoux, itens de maquiagem e calçados são acessórios que precisam ter uma atenção especial para não fazer falta ao elaborar produções diárias ou eventuais.

A quantidade e detalhes como modelagens, tecidos e cores se adequam de uma maneira mais personalizada, mas é interessante ter esse olhar e perceber se está bem atendida e se supre a necessidade.

Na hora de escolher os calçados avalie sempre o tamanho correto, se existe alguma questão ortopédica importante, qual o tipo de transporte que utiliza, se passa muito tempo de pé e prefira materiais de qualidade, resistentes, duráveis e de fácil manutenção.

Assim, construir um acervo que atenda fica mais prático. O design do calçado também é um aspecto bastante particular, porém tenha em sua lista opções como estas: Sapatilhas de bico redondo e/ou fino, scarpin de bico redondo e/ou fino, sandálias de salto e rasteiras, anabelas, botas, tênis esportivo e casual.

A altura do salto e espessura serão opções pessoais para garantir maior conforto e segurança, nas cores primeiramente escolha as neutras como preto e cor da pele para atender com mais praticidade a variedade de produções e depois é interessante investir em alguns detalhes diferenciados que auxiliam na construção do estilo pessoal.

Calça jeans, blazer, camisas, camisetas e vestidos são itens bastante versáteis e se você tiver uma peça de bom caimento, tecido de qualidade e cor neutra, certamente alguma dessas opções vai te salvar num momento de dúvida. Essas peças-investimento devem ser duráveis e fazer com que você se sinta em território seguro.

Lembrando que mudando o acessório, a proposta visual se adequa, então cerque-se também de itens como calçados, bolsas, colares, óculos que tenham longa vida útil e varie em itens de menor valor agregado.






Aninha Moretti - Consultora de Moda e Estilo com formação em Consultoria de Moda pelo SENAC, Personal Shopper pela Escola São Paulo Economia Criativa, Tecidos: como compreender e analisar pela Fabiana Pescara. Além de possuir formação em Publicidade e Propaganda e MBA em Marketing. É membro do Núcleo Setorial de Consultoria de Imagem da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis - ACIF.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts mais acessados