Pesquisar este blog

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Os pais também são resultado da infância que tiveram



A solução para muitos problemas entre pais e filhos pode estar em simplesmente um saber ouvir a história de vida do outro



Você reclama muito do jeitão do seu pai? Queria que ele fosse mais presente, mais carinhoso, mais atencioso, menos rude, menos sério? Pois o segredo pode estar nos seus avós.

Segundo a terapeuta familiar Heloisa Capelas, especialista em autoconhecimento e inteligência comportamental, a influência dos pais é base fundamental no processo de formação e desenvolvimento e ainda mais na fase da primeira infância (até por volta dos 7 anos). Ela completa que tudo o que a criança aprende nesse período se dá por cópia e repetição.

A partir dessa ótica, é quase certo afirmar que a maioria das pessoas nunca parou para se dar conta de que os pais foram crianças um dia. Logo, se você é resultado da sua infância, eles são resultado da infância deles. Por isso a pergunta: Você trocaria a sua infância pela de seus pais?

Muitas vezes os filhos brigam e até rompem com os pais por não saberem perdoar as falhas ou os excessos que, naturalmente, eles possam ter cometido durante sua criação. Porém, se reconhecer um pouco da história deles, fica mais fácil o entendimento. “Caso não saiba nada sobre a infância de seus pais, olhe um pouco para eles e se lembre de momentos tristes vividos quando você ainda era criança: como era a expressão deles? Esforçaram-se para sair de uma situação difícil? Pode ser que tenham errado muitas vezes, mas fizeram muitas tentativas de acertar. Se nem isso lhe ocorre, use a imaginação. Para seus pais serem como eram (pois aprenderam por cópia e repetição) como devem ter vivido a infância?”, questiona Heloisa.

O trabalho de autoconhecimento neste processo é muito importante em ambos os casos. A partir dos comportamentos que identifica em você e cuja origem do aprendizado (pai ou mãe) já reconheceu, é possível verificar com quem e como seu pai ou sua mãe aprendeu esse comportamento. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts mais acessados