Pesquisar Blog Jornal da Mulher

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Aproveite as baixas temperaturas e descubra 4 tratamentos estéticos que farão seu inverno valer a pena



Com a queda no termômetro é comum se esconder na cama, mas para não descuidar do corpo separamos alguns procedimentos que tem tudo a ver com essa estação



Você acorda pela de manhã e o dia gelado desperta também aquela preguiça de ir para a academia... Correr no parque então, nem pensar! Pois saiba que você não está sozinha, essa “preguicinha” atinge a todos, do atleta de fim de semana à rata de academia, e, na maioria das vezes, funciona como uma defesa do organismo contra o inverno.

Apesar das dificuldades em manter o corpo trazidas pelos ventos frios, o inverno não é vilão, muito pelo contrário, uma grande quantidade de procedimentos estéticos só são indicados nessa época do ano e há aqueles que vão além, fazendo das baixas temperaturas um aliado. A seguir separamos 4 procedimentos que tem o inverno como sobrenome e vão te ajudar a conquistar ou dar um “UP” na silhueta:


Luz Intensa Pulsada

Diferentemente do laser, o aparelho utilizado nesse procedimento emite luz em diversos comprimentos de onda. Essa tecnologia permite alcançar alvos como a melanina e vasos sanguíneos superficiais, portanto pode ser indicado para o tratamento de sardas, manchas causadas pelo sol, vasos faciais aparentes, rosácea e olheiras. Além disso, a luz pulsada estimula a produção de colágeno, combatendo rugas e flacidez!

Sessões: o total deve ser definido por um dermatologista, mas as sessões são mensais.
Indicado para: sardas, manchas de sol, vasos faciais aparentes, rosácea, olheiras, rugas e flacidez.
Ideal para inverno porque: após as sessões é necessário evitar exposição solar.



Depilação a laser

De forma seletiva, o laser de diodo, indicado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), atinge a melanina do folículo e destruindo o pelo de forma gradativa. A potência do laser e o número de sessões levam em consideração cada tipo de pele e características do pelo, mas independentemente disso os pacientes sempre se preocupam com uma questão: a dor! “Vale lembrar que normalmente a maioria dos equipamentos possui um sistema de resfriamento que não só auxilia no desconforto da sessão, mas suaviza a agressão da pele”, reforça a Professora Doutora Luciana Lourenço (CRMsp-82887), médica dermatologista pela SBD e Doutora pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Sessões: o número deve ser indicado por um especialista e as sessões dependem do ritmo de crescimento do pelo.
Indicado para: todos as mulheres e regiões do corpo, no entanto os resultados variam com a cor da pele e pelos.
Ideal para inverno porque: não é indicado após se bronzear pois a maior concentração de melanina pode causar queimaduras.



Microdermoabrasão

Também conhecido como peeling de cristal, o procedimento utiliza cristais de hidróxido de alumínio (daí o nome!) que promovem uma espécie de esfoliação turbinada da pele. A técnica pode ou não estar associada a máscaras despigmentantes, hidratantes ou peelings químicos, por isso é indicado para tratar uma série de marcas, desde acne até estrias.

Sessões: as sessões costumam ser espaçadas e levam em consideração a área e lesão tratadas.
Indicado para: acne, manchas escuras, cicatrizes, rugas superficiais e estrias.
Ideal para inverno porque: torna a pele mais sensível e exige proteção dos raios solares.



CoolSculpting

Não é à toa que o procedimento popularizado como criolipólise faz referência ao frio até no nome. Apesar de não ter nenhum tipo de restrição ao verão, a tecnologia CoolSculpting, única desenvolvida por Harvard, merece destaque porque usa as baixas temperaturas a seu favor (seu, leitora!). “O CoolSculpting age congelando as células de gordura de forma não invasiva, o que promove a apoptose, ou seja, a destruição, absorção e expulsão natural delas sem sobrecarregar o organismo, o que ajuda a reduzir de 20 até 25% da gordura localizada, por tratamento”, ressalta a especialista.

Sessões: o número e periodicidade dependem da região a ser tratada e objetivo individual para redução de gordura. O número deve ser indicado por um médico.
Indicado para: diversas regiões do corpo, incluindo o abdômen, flancos, partes interior e exterior das pernas e braço e queixo duplo, sendo um dos poucos tratamentos não invasivos indicados para a papada.
Ideal para inverno porque: o tratamento exige pouco ou nenhum tempo de recuperação e as sessões, que podem levar até 1 hora, mostram resultados a partir de 30 dias, sendo totalmente alcançados  em até 90 dias.




Fonte: ZELTIQ® Aesthetics 







Nenhum comentário:

Postar um comentário