Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Volta às aulas: equilíbrio emocional desde já pode garantir bom resultado no final do ano



Educadora e especialista em habilidades socioemocionais dá dicas essenciais para estudantes retomarem os estudos


Após um mês de férias, retomar a rotina de estudos pode exigir disciplina e atenção. Especialmente no segundo semestre, “quando é preciso fazer um balanço do que deu certo até agora e o que precisa ser mudado ou ajustado”, ressalta Tania Fontolan, diretora do Programa Semente.

Educadora há mais de 20 anos, Tania destaca cinco dicas essenciais para que os estudantes organizem a rotina com equilíbrio, evitando a ansiedade ocasionada pela falta de planejamento ao final do semestre e que pode comprometer o resultado acadêmico. Confira as dicas:


1. Faça um balanço do que deu certo até agora e o que precisa ser mudado ou ajustado

Se a aprendizagem no primeiro semestre foi satisfatória, mantenha o ritmo e a forma de acompanhamento das atividades e de estudo. Se não foi, avalie o que deu errado, por que deu errado e mude a forma e o ritmo.



2. Organize-se para obter o melhor desempenho
 
Se a rotina escolar precisa de ajustes, há um checklist básico que pode ajudar na avaliação do que precisa ser mudado. Algumas perguntas que você deve fazer a si mesmo:

- Tenho acompanhado as atividades da escola com atenção? 

- Minhas horas de sono foram suficientes para eu estar concentrado no momento das aulas? 

- Realizo em casa as atividades orientadas e pedidas na escola (tarefas, pesquisas, etc.)? 

- Ao realizar as atividades em casa, faço com determinação? Ou as realizo ouvindo música, assistindo à televisão, com celular ao lado?

- Quando encontro dificuldades, procuro e aproveito os recursos de apoio da escola (aulas de reforço, plantões de dúvidas, etc.)?

- Estudo no decorrer do curso ou apenas na véspera das provas?


3. Procure driblar a ansiedade com a aproximação do final do ano
 
- Quanto mais cedo começarem os eventuais ajustes de atitude e estudo, menor será a pressão por resultados ao final do ano.

- Dominar estratégias pessoais de autocontrole, superação de obstáculos e manutenção de foco aumentam a capacidade de lidar com as pressões.


4. Pratique o Autoconhecimento

Saber reconhecer emoções, relacionando-as com os pensamentos que as geram e entendendo como tudo isso influencia o comportamento, permite que cada um entenda melhor as próprias limitações e conheça suas fortalezas, o que aumenta a confiança, o otimismo e a autoestima.


5. Busque o Autocontrole

Emoções e pensamentos podem ser regulados, controlados, contidos, dominados, compreendidos. Isso faz com que as atitudes sejam menos impulsivas e mais adequadas para atingir objetivos predeterminados, tanto pessoais, quanto acadêmicos.




Programa Semente




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como utilizar a Black Friday a favor do seu negócio

O Brasil não está em um de seus melhores momentos e, ultimamente, vive uma insegurança política que vem desaquecendo a economia. No entan...