Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Especialista explica como socorrer um pet engasgado




Segundo o médico-veterinário da Petlove, os sintomas mais comuns são tosse, gengiva roxa e desmaio


Curiosos, é muito comum encontrarmos os pets farejando, bisbilhotando por aí e, sobretudo, ingerindo coisas do chão. Por isso, é preciso ficar atento, pois existe a possibilidade desses hábitos fazerem mal à saúde do bichinho, inclusive provocando engasgos.

Para quem é dono de um animal de estimação sabe que o engasgo pode ser um momento de bastante desespero, por isso é preciso conhecer alguns procedimentos de primeiros socorros. “De imediato, você pode utilizar uma lanterna para avaliar o que pode estar entalado no fundo da garganta do animal”, explica o médico veterinário da loja virtual Petlove, Márcio Waldman. “Caso consiga ver o objeto, você pode tentar retirá-lo. Nesse momento, uma pinça pode ajudar, mas é necessário muito cuidado. Um movimento mais brusco pode acabar empurrando ainda mais o objeto para o fundo ou, ainda, machucar a garganta do bichinho”, reitera.

Segundo Waldman, o engasgo pode não ser identificado prontamente, então é importante ficar de olho em alguns sintomas, como: elevar insistentemente a patinha à boca, apresentar a gengiva azulada ou esbranquiçada e, em casos mais graves, até um desmaio pode ocorrer.

E lembre-se: se o engasgo aparentar ser mais profundo, o mais indicado é pedir o apoio de um profissional de imediato.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como utilizar a Black Friday a favor do seu negócio

O Brasil não está em um de seus melhores momentos e, ultimamente, vive uma insegurança política que vem desaquecendo a economia. No entan...