Pesquisar este blog

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC



Como ainda não vigora a adesão automática, o consumidor precisa autorizar, por meio de um termo de abertura, o acesso dos bancos de dados às suas informações positivas

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender o que de fato é e para que serve o Cadastro Positivo. Essa é a opinião da Boa Vista SCPC, empresa que administra o Serviço Central de Proteção ao Crédito, e que oferece soluções analíticas para as decisões de crédito e gestão de negócios, tanto para empresas quanto para consumidores.

Segundo Pablo Nemirovsky, superintendente de Serviços ao Consumidor da Boa Vista SCPC, o tema Cadastro Positivo é recorrente no mercado de crédito brasileiro mesmo antes da criação da Lei em 2011, por ser o contraponto viável ao sistema de informações de maus pagadores, também conhecido como cadastro de inadimplentes. Por isso, não há mais como ficar indiferente às discussões acerca das questões que afetam a análise de crédito no país, haja vista que o Cadastro Positivo permitirá a consulta com base em informações positivas, e não mais apenas as negativas.

“Apesar de haver a Medida Provisória que pode vir a instituir automaticamente mais de 120 milhões de brasileiros, de acordo com a população economicamente ativa no país, aos bancos de dados com informações positivas, como a Boa Vista SCPC, consideramos relevante que o consumidor se informe sobre o Cadastro Positivo, já que se trata de uma realidade da qual não há como ficar indiferente. O Cadastro Positivo já existe em muitos países, como nos Estados Unidos e no Chile, e é algo que veio para ficar. É benéfico para o mercado de crédito como um todo por permitir uma análise de risco mais assertiva por parte dos credores e, principalmente, permite que os consumidores sejam avaliados pelas contas que são pagas por eles e não apenas por aquelas que, eventualmente, deixaram de pagar. O consumidor que entende as vantagens, não ficará de fora”, opina Nemirovsky.

Um dos principais benefícios é o de dar mais poder de decisão aos bons pagadores, além de melhores taxas de juros. Fato que deve refletir nos níveis de inadimplência, que atualmente atinge cerca de 59 milhões de brasileiros, de acordo com a Boa Vista SCPC. O Cadastro Positivo é um banco de dados de adimplemento, no qual são apontados os compromissos financeiros e os pagamentos relativos às operações de crédito e serviços, liquidadas ou em andamento, por consumidores ou empresas. Principalmente para quem tem ou teve dívidas recentes, permite que não seja avaliado apenas pela dívida, mas sim por toda a capacidade de pagamento (água, luz, empréstimos, cartão de crédito, financiamentos, etc.). 

De acordo com o superintendente da Boa Vista SCPC, outra vantagem do Cadastro Positivo é a ajuda que as informações de adimplemento podem dar ao consumidor para melhorar seu score, ou seja, uma boa pontuação para conseguir crédito no mercado, seja para um empréstimo, financiamento ou carnê, por exemplo. Para ter um score adequado, que apresente uma boa pontuação, a Boa Vista orienta o consumidor além de aderir ao Cadastro Positivo, manter a vida financeira organizada, evitando pagar contas com atraso e ficar com o nome negativado. 

“O Cadastro Positivo pode ajudar a melhorar a pontuação do score, já que mostra a pontualidade no pagamento das contas, sejam as de consumo, como água, energia elétrica, gás, ou mesmo as bancárias, do varejo, entre outras. As informações positivas, ou seja, as de pontualidade no pagamento das contas, também poderão ser levadas em conta na composição do score. Por isso, com o tempo, uma pessoa que tem uma pontuação não tão boa pode alcançar um nível de pontuação maior, já que a análise do comportamento é dinâmica e é atualizada periodicamente”, esclarece Nemirovsky.

O consumidor pode entrar no portal www.consumidorpositivo.com.br e fazer a adesão ao Cadastro Positivo de forma simples, rápida e gratuita. Para isso basta acessar o portal e se cadastrar seguindo o passo a passo. O consumidor pode ainda se dirigir a um dos postos de atendimento da Boa Vista SCPC, munido de documentos pessoais; ou fazê-lo por meio de correspondência, enviando o termo de adesão mais as cópias dos documentos, para Caixa Postal 660, Centro – São Paulo/SP – CEP 01031-970. Também no portal Consumidor Positivo é possível acessar o Score Boa Vista. A consulta da pontuação pode ser feita 24 horas por dia, sete dias da semana, de qualquer dispositivo eletrônico (computador, smartphone ou tablet), também gratuitamente.






 BOA VISTA SCPC

A Boa Vista SCPC é uma empresa que oferece as melhores soluções para a tomada de decisões sustentáveis de crédito e gestão de negócios, e para prevenção contra fraudes. Sua base de dados contém mais de 350 milhões de informações comerciais sobre consumidores e empresas, e registra mais de 42 milhões de transações de negócios por dia.
  É a única empresa que oferece ao consumidor a consulta gratuita de seus débitos pela internet (www.consumidorpositivo.com.br), registrados em seu banco de dados. Também atua no mercado de segurança eletrônica de transações e identificação, provendo serviços de certificação digital.



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como utilizar a Black Friday a favor do seu negócio

O Brasil não está em um de seus melhores momentos e, ultimamente, vive uma insegurança política que vem desaquecendo a economia. No entan...