Pesquisar Blog Jornal da Mulher

segunda-feira, 8 de maio de 2017

"Precisamos ensinar ao invés de punir ou castigar"



 Durante o Seminário Internacional de Mães, a psicoterapeuta americana mostrou como controlar o que ela chama de "tsunamis emocionais".

Autora de best sellers como “O Cérebro da Criança” e “Disciplina sem Drama”, a psicoterapeuta americana Tina Bryson falou aos participantes do 3° Seminário Internacional de Mães sobre o funcionamento da mente das crianças e da importância de ajudá-las a integrar os dois hemisférios do cérebro (o que guia a razão e o que controla as emoções). “Na criança, o lógico e o emocional atuam de forma separada. Isso explica os tsunamis emocionais”, disse.

Para a especialista, o desafio dos pais é ajudar as crianças a fazerem com que um lado do cérebro acalme o outro. Tina diz que é comum, por exemplo, avaliar que tipo de castigo é melhor quando, na verdade, ao invés de pensar em punição é preciso ter como foco a disciplina. “Disciplina é ensinar a criança a construir habilidades e ajudá-la a ter autodisciplina, tornando-a capaz de tomar as melhores decisões”.

Na hora de controlar as birras, ela ensina um truque: se posicionar abaixo do nível dos olhos da criança. “Certa vez, atendi os pais de um menino de dois anos que tinha ataques de fúria. O pai, de 1,90 metro de altura, usou essa técnica e disse que entendia que o menino estava superchateado, mas que ele estava ali e que ele podia contar com ele”, lembra Tina. “Isso foi extremamente confortante”. A psicoterapeuta reforçou, ainda, a importância de trabalhar o relacionamento com os filhos. “Quando temos medo, nos sentimos esquecidos ou magoados, nosso instinto biológico é buscar um lugar que nos faça sentir seguros, conectados e protegidos. Essa é a função dos pais e é isso que vai tornar os seus filhos mais plenos”.

Além de Tina Bryson, participam do seminário a comentarista da CBN Mara Luquet, o médico Drauzio Varella, a cineasta Estela Renner, de O Começo da Vida, Marcos Piangers, autor do livro “Papai é Pop” e a psicoterapeuta americana Tina Bryson. “Esse evento tem uma grande força transformadora. Garantimos que todos sairão daqui mexidos após rir, dividir e se emocionar”, disse Ivana Moreira, uma das organizadoras do evento ao lado de Ana Paula Menegatti, Flávia Fontes e Tamara Foresti, diretora da rede TopMothers.





Nenhum comentário:

Postar um comentário